O que é Mimblewimble?

Compartilhar
Copied to clipboard!
O que é Mimblewimble?
Ouça este artigo
00:00 / 00:00

Artigo enviado pela comunidade - Autor: William M. Peaster.


Mimblewimble (MW) é um protocolo de blockchain que emprega uma nova maneira de estruturar e armazenar transações. É uma implementação diferente de blockchain Proof Work (PoW) que permite aumentar a privacidade e melhorar a escalabilidade da rede.

O Mimblewimble foi introduzido em meados de 2016 por um pseudônimo de Tom Elvis Jedusor. Embora ele tenha conseguido compartilhar as ideias principais, o primeiro documento Mimblewimble deixou algumas questões em aberto. Isso levou o pesquisador da Blockstream, Andrew Poelstra a estudar e melhorar o conceito original. Em seguida, Poelstra escreveu um documento intitulado Mimblewimble (publicado em outubro de 2016).

Desde então, muitos pesquisadores e desenvolvedores estão estudando as possibilidades do protocolo MW. Alguns dizem que aplicá-lo à Bitcoin seria muito difícil, embora tecnicamente possível. Poelstra e outros pesquisadores acreditam que o Mimblewimble pode eventualmente melhorar a rede Bitcoin como uma solução sidechain. 


Como funciona o Mimblewimble

O Mimblewimble mudou o modelo tradicional das transações blockchain. Ele permite que a blockchain tenha um histórico mais compacto, o que facilita o download, a sincronização e a verificação.

Em uma blockchain MW, não existem endereços identificáveis ou reutilizáveis, ou seja, todas as transações aparentam ter dados aleatórios para um usuário externo. Os dados da transação são visíveis apenas aos usuários participantes.

Portanto, um bloco Mimblewimble terá aparência de uma única grande transação em vez de uma combinação de várias. Isso significa que blocos podem ser verificados e confirmados, porém não revelam nenhum detalhe sobre as transações. Não há nenhuma maneira de associar inputs individuais com seus respectivos outputs.

Considere o seguinte exemplo: Alice recebe 5 moedas MW de sua mãe e 5 de seu pai. Então, ela envia essas 10 moedas para Bob. As transações são verificadas, mas seus detalhes não são públicos. A única coisa que Bob sabe é que Alice lhe enviou 10 moedas, mas ele tem a informação de quem enviou anteriormente para Alice.

Para movimentar as moedas em uma blockchain Mimblewimble, o remetente e receptor devem trocar informações de verificação. Então ainda precisamos que Alice e Bob se comuniquem, porém não é necessário que estejam online ao mesmo tempo para que a transação aconteça.

Além disso, o Mimblewimble emprega um recurso chamado "cut-through", que reduz os dados do bloco removendo informações redundantes da transação. Então, em vez de registrar cada entrada e saída (dos pais de Alice para ela, e de Alice para Bob), o bloco iria registrar somente um par de input-output (dos pais de Alice para Bob).

Tecnicamente, o modelo Mimblewimble suporta e amplia o conceito de Transações Confidenciais (Confidential Transactions - CT), proposto por Adam Back em 2013 e implementado por Greg Maxwell e Pieter Wuille. Resumidamente, CT é uma ferramenta de privacidade que esconde as quantias transferidas da blockchain.


Mimblewimble vs. Bitcoin

A blockchain Bitcoin mantém todos os dados de transação desde o bloco gênesis, o que significa que qualquer um pode fazer o download e verificar seu histórico público - transação por transação.

Em contrapartida, uma blockchain Mimblewimble mantém apenas as informações essenciais - ao mesmo tempo que fornece mais privacidade. Os validadores garantem que nenhuma atividade não usual ocorra (por exemplo, double spending) e que a quantia de moedas em circulação seja precisa.

Além disso, o Mimblewimble remove o sistema de scripts da Bitcoin, que é uma lista de instruções que define como as transações são estruturadas. A remoção de script permitiu que as blockchains MW tivessem mais privacidade e escalabilidade. Mais privacidade porque endereços não podem ser rastreados e mais escalabilidade porque a quantidade de dados da blockchain é menor.

Outra diferença fundamental entre Bitcoin e Mimblewimble é a dimensão relativa dos dados de suas blockchains - o que está relacionado com o recurso cut-through discutido anteriormente. Ao remover dados de transação desnecessários, o Mimblewimble requer menos recursos computacionais.


Vantagens

Tamanho da Blockchain

Conforme mencionado, o Mimblewimble possibilita a compressão de dados, reduzindo o tamanho total da blockchain. Os nós podem verificar o histórico de transações muito mais rápido, usando bem menos recursos. Além disso, o download e sincronização com uma blockchain MW, é mais fácil para novos nós.

Os custos reduzidos para se juntar à rede e executar um nó podem eventualmente levar a uma comunidade mais diversificada e distribuída, o que provavelmente reduziria a centralização da mineração comum em muitas blockchains PoW.

Escalabilidade

Eventualmente, o Mimblewimble pode ser usado como uma solução sidechain que pode ser anexada à Bitcoin ou à outra cadeia principal. O modelo MW também pode melhorar o desempenho dos canais de pagamento, como os que são usados pela Lightning Network.

Privacidade

A remoção do sistema de scripts Bitcoin combinado com o uso de transações confidenciais traz um alto nível de privacidade ao usuário, ocultando os detalhes das transações realizadas.

Além disso, as moedas que baseadas em blockchains Mimblewimble podem ser consideradas fungíveis. A propriedade de fungibilidade é o que faz com que cada unidade de uma moeda seja trocada com qualquer outra unidade da mesma moeda (elas são indistinguíveis).


Limitações

Velocidade de transação

As transações confidenciais apresentam uma redução significativa na velocidade. Em comparação com um sistema não-privado, uma blockchain que usa CT tem maior privacidade porém taxas TPS mais baixas (transações por segundo). Ainda assim, podemos dizer que o tamanho compacto da MW compensa a limitação de TPS das transações confidenciais.

Não é quantum-resistant

Sistemas Mimblewimble não são resistentes a computadores quânticos (computadores avançados e potentes). O MW se baseia em propriedades relativamente simples de assinaturas digitais. Entretanto, o desenvolvimento completo de um computador quântico ainda está longe de acontecer e as criptomoedas que utilizam Mimblewimble provavelmente encontrarão, nos próximos anos, formas de prevenir ataques quânticos.


Considerações finais

A introdução do Mimblewimble é um marco importante na história da blockchain. Por um lado, o recurso de cut-through torna as redes MW mais baratas e mais escaláveis. Por outro lado, o protocolo MW pode ser implementado como uma sidechain ou canal de pagamento, permitindo mais privacidade e escalabilidade.

Até agora, alguns projetos de blockchain estão trabalhando com o modelo Mimblewimble, incluindo a equipe Litecoin. Grin e Beam são outros dois exemplos. Enquanto Grin é um projeto realizado pela comunidade que trabalha em uma prova de conceito do protocolo MW, a Beam adota uma abordagem inicial. Ambos os projetos se baseiam em Mimblewimble, mas eles são tecnicamente distintos, pois cada um tem uma maneira específica de implementar o projeto MW.

Uma questão que fica em aberto é se o Mimblewimble pode atingir um nível significativo de confiabilidade e adoção. É uma ideia interessante e promissora, mas também muito jovem. Sendo assim, os potenciais casos de utilização ainda estão sendo analisados e o futuro do modelo Mimblewimble continua incerto.

Loading