O que são Bollinger Bands?

Compartilhar
Copied to clipboard!
O que são Bollinger Bands?
Ouça este artigo
00:00 / 00:00

O indicador técnico Bollinger Bands ou Bandas de Bollinger (BB) foi criado no início dos anos 80 pelo analista financeiro e trader1 John Bollinger. Bollinger Bands é amplamente utilizado como um instrumento para análise técnica, e funciona basicamente como um medidor de oscilação que indica se o mercado tem alta ou baixa volatilidade e também condições de sobrecompra2 ou sobrevenda3.

A principal ideia por trás do indicador é ressaltar como os preços estão dispersos em torno de um valor médio. Mais especificamente, o indicador é composto por uma Banda Superior, Inferior e uma linha de Média Móvel (ou Banda Média). As bandas superior e inferior reagem à ação do preço de mercado, expandindo quando a volatilidade é alta (afastando-se da linha do meio) e contraindo quando a volatilidade é baixa (movendo-se em direção à linha do meio).

A fórmula padrão de Bollinger Bands define a linha média como uma Média Móvel Simples (MMS) de 20 dias, enquanto as bandas superior e inferior são calculadas com base na volatilidade do mercado em relação à MMS (que é referida como desvio padrão). As configurações padrão do indicador são:

  • Linha do Meio: 20-dias Média Móvel Simples (MMS)

  • Banda Superior: 20-dias MMS + (20-dias desvio padrão x2)

  • Banda Inferior: 20-dias MMS - (20-dias desvio padrão x2)

A configuração padrão de BB estabelece um período de 20 dias e define as bandas superior e inferior como dois desvios padrão (x2) da linha do meio. Isso é feito para garantir que pelo menos 85% das referências de preço estejam se movendo entre essas duas bandas, mas essas configurações podem ser ajustadas de acordo com diferentes necessidades e estratégias.

 

Como usar Bollinger Bands?

Embora o indicador seja amplamente utilizado nos mercados financeiros tradicionais, ele também pode ser utilizado em trading de criptomoeda. Naturalmente, existem diversas maneiras de usar e interpretar o indicador, mas deve-se evitar o uso de Bollinger Bands como o único instrumento de análise e não deve ser considerado um indicador de oportunidades de compra/venda. Em vez disso, o BB deve ser usado junto com outros indicadores de análise técnica.

Com isso em mente, vamos imaginar como poderíamos potencialmente interpretar os dados fornecidos pelo indicador Bollinger Bands.

Se o preço subir acima da Média Móvel e exceder a Banda Superior de Bollinger, provavelmente podemos considerar que o mercado está sobrecarregado (sobrecompra). Ou então, se o preço tocar a Banda Superior várias vezes, isso pode indicar um forte nível de resistência.

Por outro lado, se o preço de determinado ativo cair significativamente e exceder ou tocar a Banda Inferior várias vezes, é provável que o mercado esteja sobrevendido ou tenha encontrado um forte nível de suporte.

Com isso, os traders podem usar BB (junto com outros indicadores de análise técnica) para definir seus alvos de venda ou compra. Ou também para obter uma visão geral dos pontos anteriores, onde o mercado apresentava condições de sobrecompra e sobrevenda.

Além disso, a expansão e contração do indicador Bollinger Bands pode ser útil ao tentar prever momentos de alta ou baixa volatilidade. As bandas podem se afastar da linha do meio à medida que o preço do ativo se tornar mais volátil (expansão) ou se aproximar dela à medida que o preço se tornar menos volátil (contração).

Dessa forma, as Bollinger Bands são mais apropriadas para trading de curto prazo, como forma de analisar a volatilidade do mercado e tentar prever movimentos futuros. Alguns traders supõem que, quando as bandas estão em expansão, a tendência atual do mercado pode estar próxima de um período de consolidação ou de uma reversão de tendência. Por outro lado, quando as bandas ficam muito contraídas, os traders tendem a assumir que o mercado está se preparando para um movimento explosivo.

Quando o mercado está lateralizado, o BB tende a se estreitar em direção à linha de média móvel simples. Normalmente (mas nem sempre), a baixa volatilidade e os altos níveis de desvio precedem os movimentos grandes, que tendem a ocorrer assim que a volatilidade se recupera.

 

Bollinger Bands vs Keltner Channels

Ao contrário do indicador Bollinger Bands, que é baseado em MMS e desvios padrão, a versão moderna do indicador Keltner Channels (KC) faz uso do Average True Range - Alcance Verdadeiro Médio (ATR) para definir a largura do canal em torno de uma Média Móvel Exponencial (MME) de 20 dias. Assim, a fórmula de Keltner Channels seria semelhante a esta: 

  • Linha do Meio: 20-dias Média Móvel Exponencial (MME)

  • Linha do Canal Superior: 20-dias MME + (10-dias ATR x2)

  • Banda Inferior 20-dias MME - (10-dias ATR x2)

Normalmente, o indicador Keltner Channels tende a ter as bandas mais próximas do que as de Bollinger Bands. Com isso, pode-se adaptar melhor do que BB para detectar flutuações de tendência e condições de mercado de sobrecompra/sobrevenda de maneira mais clara e óbvia. Além disso, o indicador KC geralmente mostra o sinal de sobrecompra/sobrevenda mais cedo que o BB.

Por outro lado, o indicador Bollinger Bands tende a representar melhor a volatilidade do mercado, uma vez que os movimentos de expansão e contração são muito mais amplos e explícitos quando comparados ao KC. Além disso, usando as configurações padrão, o indicador BB tem menor probabilidade de fornecer sinais falsos, já que sua largura é maior e, portanto, mais difícil de ser excedido.

Entre o BB e o KC, o Bollinger Bands é o mais popular. No entanto, ambos os indicadores são bons - especialmente para trading de curto prazo – além de poderem ser usados juntos para fornecer sinais mais confiáveis.

 


Notas 

1 - Trader - pessoa ou entidade que vende e compra ativos financeiros.

2 - Sobrecompra é um movimento forte de valorização de um ativo, estando próximo de ter uma reversão do movimento, sinalizando um risco para o investidor que quer comprar.

3 - Sobrevenda é ao contrário da Sobrecompra, é um ativo que passa por uma forte desvalorização e que está prestes a reverter o movimento, sinalizando um risco para o investidor que quer vender e sair da operação.

Loading