O que são Médias Móveis?

09.12.2018

Análise Técnica (TA) não é algo novo no mundo das negociações e investimentos. Desde portfólios tradicionais aos de criptomoedas como Bitcoin e Ethereum, os indicadores de TA têm um simples objetivo: usar informações existentes para tomar decisões mais embasadas que provavelmente terão o resultado desejado pelo trader. Ao passo que os mercados crescem de forma mais complexa, nas últimas décadas foram produzidos centenas de indicadores para TA, mas só alguns conseguiram o mesmo nível de popularidade e consistência de uso que o indicador de Médias Móveis (MA).

Embora existam diferentes variações do indicador de MA, o propósito por trás deles é fornecer clareza aos gráficos de negociação. Esse objetivo é alcançado ao suavizar este gráficos, criando um indicador de tendência mais fácil de ser analisado. Pelo fato de dependerem exclusivamente de dados passados, eles são classificados como Lagging Indicators (indicadores atrasados) porque analisam o que aconteceu anteriormente ao tentar identificar tendências de mercado. Independente disso, ainda têm grande poder de reduzir os ruídos e ajudar a determinar para onde um mercado pode estar se dirigindo.


Diferentes tipos de Médias Móveis

Existem vários tipos diferentes de MAs que podem ser utilizadas pelos traders, não só na negociação diária e swing, mas também em planejamentos de longo prazo. Apesar dos vários tipos, as MAs são mais comumente divididas em duas categorias: médias móveis simples (MMS) e médias móveis exponenciais (MME). Dependendo do mercado e do resultado desejado, os traders podem escolher quais indicadores provavelmente irão beneficiar seus projetos e configurações de negociação.


A Média Móvel Simples

A MMS junta as informações de um período de tempo específico e produz o preço médio do ativo usado para coleta de dados. A diferença entre uma MMS e uma média comum de preços passados é que, com a MMS, assim que um novo conjunto de dados é inserido, o conjunto mais antigo é desconsiderado. Portanto, se a média móvel simples fizer o cálculo com base em dados de 10 dias, o conjunto inteiro será atualizado de forma constante para incluir apenas os últimos 10 dias.

É importante lembrar que todos os dados inseridos em uma MMS são balanceados de forma igualitária, independente de quão recentemente foram inseridos. Os trades que decidem dar maior relevância aos dados mais recentes, afirmam constantemente que o balanceamento do MMS é prejudicial para a análise técnica. Então, a média móvel exponencial foi criada para resolver esse problema.


A Média Móvel Exponencial

As MMEs são parecidas com MMSs, pois fornecem análises técnicas baseadas nas flutuações de preço passadas. Entretanto, a equação é um pouco mais complicada porque um MME dá mais importância e valor às inserções mais recentes. Embora ambas as médias sejam importantes e amplamente usadas, a MME é bem mais rápida ao identificar flutuações e reversões súbitas nos preços.

Como as MMEs são mais propensas a projetar reversões de preço com mais velocidade que as MMSs, elas são geralmente mais usadas por traders que estão negociando ativos em curto prazo. É crucial para qualquer profissional ou investidor escolher o tipo de média móvel de acordo com suas estratégias e metas pessoais, ajustando as configurações de acordo.


Como usar Médias Móveis

Como as MAs fazem uso de preços anteriores ao invés de preços atuais, elas têm um período de atraso. Quão maior for o conjunto de informações, maior será o atraso. Por exemplo, uma média móvel que analisa os últimos 100 dias responderá de forma mais lenta à novas informações do que uma MA que considera apenas os últimos 10 dias. Isso acontece porque inserir um novo dado em um grande conjunto terá um efeito pequeno nos números e resultados gerais.

Ambos são vantajosos, tudo depende da configuração de cada trader. Conjuntos de dados maiores beneficiam os investidores de longo prazo, porque eles são menos afetados por alterações significativas devido a uma ou duas grandes flutuações. Traders de curto prazo normalmente são favorecidos por um conjunto de dados menor, permitindo negociações mais rápidas e reativas levado em consideração o objetivo de curto prazo.

Nos mercados tradicionais, MAs de 50, 100 e 200 dias são as mais usadas. As de 50 e 200 dias são observadas mais de perto pelos traders de títulos e qualquer quebra acima ou abaixo dessas linhas é normalmente considerada como sinal importante de negociação, principalmente quando crossovers (cruzamentos) acontecem. O mesmo se aplica às negociações de criptomoedas, mas devido ao mercado volátil e que funciona 24H por dia, as configurações de MA e a estratégia de negociação pode variar de acordo com o perfil do trader.


Sinais de Crossover

Normalmente, uma MA ascendente sugere uma tendência de alta e uma MA descendente indica uma tendência de baixa. Entretanto, uma média móvel por si só não é um indicador realmente confiável. Logo, elas são constantemente usadas em combinação para detectar pontos de crossover de alta e baixa.

Um ponto de crossover é criado quando duas MAs diferentes se cruzam em um gráfico. Um crossover de alta (também conhecido como Golden Cross) acontece quando a MA de curto prazo cruza acima de uma de longo prazo, sugerindo o início de uma tendência de alta. Em contraste, um crossover de baixa (ou Death Cross) acontece quando uma MA de curto prazo cruza abaixo de uma MA de longo prazo, indicando o início de uma tendência de baixa.


Outros Fatores Importantes

Os exemplos usados até aqui foram todos em termos de dias, mas isso não é o único requisito na análise das MAs. Aqueles envolvidos nas negociações diárias podem estar muito mais interessados no desempenho de um ativo nas últimas duas ou três horas, não dois ou três meses. Espaços de tempo diferentes podem ser aplicados nas equações usadas para calcular as médias móveis, e, contanto que esses prazos estejam de acordo com a estratégia de negociação, os dados resultantes podem ser úteis.

Uma das grandes desvantagens das MAs é a lentidão. Como as MAs são indicadores atrasados que consideram movimentações de preço passadas, os sinais chegam tarde demais em alguns casos. Por exemplo, um crossover otimista pode sugerir uma compra, mas isso só acontece depois de um grande aumento no preço. Isso indica que mesmo que a tendência de alta continue, o lucro potencial pode ter sido perdido nesse período entre o aumento do preço e o sinal de crossover. Ou, pior ainda, um falso Golden Cross pode levar um trader a efetuar uma compra no topo do preço pouco antes de uma queda (esses falsos sinais de compra são geralmente chamados de Bull Traps).

As Médias Móveis são poderosos indicadores de TA e também um dos mais utilizados. A capacidade de analisar as tendências mercadológicas de uma maneira orientada por dados fornece uma excelente visão sobre o desempenho desses mercados. Tenha em mente, entretanto, que os sinais de MA e crossovers não devem ser usados sozinhos e é sempre mais seguro combinar diferentes indicadores de TA, a fim de evitar sinais falsos.

Loading